1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Marcelo Rebelo de Sousa em Matosinhos para apoiar Pedro da Vinha Costa

Marcelo Rebelo de Sousa em Matosinhos para apoiar Pedro da Vinha Costa
No Dia de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa esteve em Matosinhos para um jantar do PSD do concelho ao que seguiu um debate aberto à participação de jovens de Matosinhos. À margem do jantar, o professor universitário afirmou acreditar que as próximas autárquicas não vão ser, para o PSD, a “tragédia” que muitos esperam.



Marcelo Rebelo de Sousa esteve, no passado dia 10, em Matosinhos num jantar do PSD do concelho para apoiar o candidato social democrata às próximas eleições autárquicas, Pedro da Vinha Costa. Além de um jantar, estava também prevista uma arruada pelo passeio marítimo de Matosinhos, que teve de ser cancelada devido às condições meteorológicas desfavoráveis deste início de junho.

À margem deste jantar, Marcelo Rebelo de Sousa disse aos jornalistas que “não vai haver hecatombe nas autárquicas" para o PSD, afirmando que com as baixas expetativas, os resultados não serão a “tragédia” de que se está à espera. "O resultado, se for aquele que eu penso, é um resultado que sendo mau, mas já houve várias vezes resultados maus que não põem em causa a liderança do Governo", afirmou. O Professor informou que vai correr o país em iniciativas como esta para apoiar candidatos do partido, não tendo, no entanto sido convidado por Luís Filipe Menezes para estar presente na campanha no Porto.

Já no debate, Pedro da Vinha Costa, afirmou que “importa agora fechar este ciclo político”, remetendo para os 37 anos de domínio do Partido Socialista em Matosinhos, alegando que o Executivo “já não consegue encontrar respostas para os novos problemas que se colocam”.

O Professor Catedrático disse ainda que estas eleições autárquicas em Matosinhos, “são muito interessantes para acompanhar”. “O desdobramento do poder formal em dois poderes, o que às vezes acontece, quem é poder divide-se em dois candidatos ao poder: o poder formal que está e o que até aí o apoiava mas que acha que chegou à hora ser poder formal. Isto é sempre fascinante para alguém de Ciência Política”, disse. “Ele foi mostrando a sua função de serviço à comunidade como pouco”, disse Marcelo Rebelo de Sousa em relação a Pedro Vinha da Costa. “Tem um sentido político muito claro”, acrescentou.

Marcelo afirmou ainda que trocou um concerto de Maria Betânia e um jantar com Dilma Rousseff para poder estar presente nesta iniciativa do PSD de Matosinhos.

Na palestra aberta à comunidade matosinhense, Marcelo Rebelo de Sousa começou por afirmar que Portugal foi, desde a fundação, “um país improvável”, explicando as crises pelas quais o país, ao longo da sua história foi passando e superando. “Em vários momentos da nossa história atrasamo-nos na educação”, apontou também Marcelo Rebelo de Sousa, referindo momentos históricos em que isso se verificou.

No fim da palestra, o professor catedrático concluiu que, se olharmos para o passado, só podemos concluir que há um futuro risonho para Portugal. “Há futuro? A resposta está no passado: há”, disse Marcelo Rebelo de Sousa.

Também no Facebook

Últimas