1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Caixa Multibanco assaltada em Crestuma

A vulgar pacatez de Crestuma foi quebrada na madrugada do dia 24 de outubro, quando quatro homens armados e encapuzados, através de uma explosão, assaltaram a caixa multibanco desta autarquia. Os indivíduos além de levarem todo o dinheiro do aparelho, ainda causaram estragos no edifício da Junta de Freguesia. A Polícia Judiciária já se encontra a investigar o sucedido. 

 

Por volta das 4h30 do dia 24 de outubro, a noite, habitualmente tranquila, de Crestuma foi interrompida por uma explosão em vácuo. Várias foram as famílias que acordaram sobressaltadas, mas que não perceberam o que aconteceu na realidade.

Porém, às primeiras horas da manhã era visível uma situação cada vez mais frequente no nosso país: as explosões a caixas multibanco, com o fim de levar o seu conteúdo. Em Crestuma a caixa multibanco localiza-se na Junta de Freguesia, o que resultou não apenas na completa destruição do aparelho da Caixa Geral de Depósitos, mas também em estilhaços da porta da sede desta autarquia e de danos no interior da mesma.

O assalto foi levado a cabo por quatro encapuzados, armados, que depois de se certificarem que não havia ninguém nas ruas, explodiram a caixa multibanco, utilizando meios mais sofisticados do que a habitual explosão com recurso a uma garrafa de gás. Os assaltantes, que ainda estão a monte, conseguiram levar consigo todo o dinheiro do aparelho, que tinha sido carregado na semana anterior.

José Fernando Ferreira, em entrevista ao AUDIÊNCIA, afirma que “é provável que seja alguém que já tenha atuado noutros lugares, porque existiram assaltos semelhantes nesta área”. “Apesar de a PJ não nos fornecer qualquer informação porque é uma investigação sigilosa, chegaram bastante rápido, nós prestamos todos os esclarecimentos que nos foram solicitados, falaram com pessoas que ouviram ruído, o barulho dos carros dos assaltantes e que viram que eram quatro indivíduos”, refere o presidente de Junta.

Já os prejuízos não ficaram apenas pelo dinheiro levado pelos quatro homens, verificando-se também danos na estrutura do edifício da Junta de Freguesia, que já foi intervencionado, sendo que é a própria autarquia que está a pagar os estragos.

Na opinião de José Fernando Ferreira “a situação é muito preocupante porque além dos prejuízos, esta caixa multibanco faz uma falta terrível à freguesia de Crestuma, porque está numa zona com boa acessibilidade, bons estacionamentos e sendo única na freguesia faziam-se aqui muitas transações bancárias”.

“Eu quero acreditar que Crestuma continuará a ser uma vila calma, mas em tempos de crise estas situações costumam aparecer e costumam ser mais visíveis”, remata.

 O AUDIÊNCIA sabe que a Junta de Freguesia já se encontra em diligências com a Caixa Geral de Depósitos para que seja colocada, com a maior brevidade possível, uma nova caixa multibanco. 

Também no Facebook

Últimas