1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Agente da Polícia Municipal suicida-se em Vila Nova de Gaia

Por volta da 01h da madrugada do passado dia 13 de janeiro, um agente da Polícia Municipal de Gaia suicidou-se em plena esquadra policial.
Segundo o AUDIÊNCIA conseguiu apurar, o elemento da Polícia Municipal de Vila Nova de Gaia levantou a "arma do armeiro e suicidou-se com ela na mudança de turno", referiram fontes não identificadas. Apesar dos esforços realizados, até ao fecho da edição não foi possível apurar mais informações sobre este acontecimento, uma vez que a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, contactada pelo AUDIÊNCIA, assumiu a postura de não relevar quaisquer dados sobre este incidente com as forças de segurança, "para preservar a intimidade e a privacidade da família", como afirmaram os responsáveis da autarquia gaiense.

 


Segundo os autores de um estudo publicado no British Medical Journal, desde 2009, um ano depois de a crise se ter estalado, o número de suicídios disparou tanto na Europa como na América. A nível do continente europeu, a situação afetou sobretudo os jovens e, entre os americanos, os homens entre os 45 e os 64 anos. Em Portugal os dados mais recentes dizem respeito a 2011, onde se registaram mais 110 suicídios do que em 2010, segundo o Instituto de Medicina Legal (IML). Os 1208 casos registados nesse ano, correspondem a três suicídios por dia, e os casos confirmados até final do ano passado estão longe de retratar a real dimensão deste fenómeno, já que “muitas vezes o Ministério Público dispensa a autópsia quando tem suspeitas fundadas de que não houve crime”, conforme esclareceu Duarte Nuno Vieira, presidente do IML.

Também no Facebook

Últimas