1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Ramirez associa-se à primeira emissão mundial de selos em lata de conserva

Depois de ter sido a porta de lançamento de uma empresa de telecomunicações, a Ramirez, empresa histórica sediada em Matosinhos, associou-se agora à primeira emissão mundial de selos em lata de conserva. A iniciativa, em parceria com os CTT, tem como objetivo principal homenagear esta indústria conserveira e foram produzidas para o efeito 50 mil latas especialmente serigrafadas, com seis selos cada.

Continuar...

Empreendedorismo tem criado mais economia na Ribeira Grande

A Ribeira Grande tem vindo a desenvolver-se a nível empresarial fruto da aposta da autarquia tem feito e que tem gerado maiores fluxos de visitantes, captado mais investidores para o concelho o que gera mais economia e cria  mais condições de emprego. Alexandre Gaudêncio destacou estes três vetores na sessão de abertura da Feira de Inovação e Desenvolvimento Local da Ribeira Grande, que decorreu de 18 a 20 de novembro, no lago Hintze Ribeiro.

Continuar...

Ribeira Grande: Cinco projetos vão a concurso no “Sai da Caixa”

O concurso de ideias de negócio “Sai da Caixa”, organizado pela Câmara da Ribeira Grande, recebeu cinco candidaturas, na maioria, direcionadas para o setor do turismo com foco nos serviços a prestar aos turistas. A apresentação dos projetos finalistas decorreu a 19 de novembro, na Feira de Inovação e Desenvolvimento Local da Ribeira Grande.

Continuar...

“A Ribeira Grande está-se a transformar-se e temos todo o interesse em voltar com a Paparoca”

Ribeiragrandense de gema, José Rodrigues Pereira é um homem preocupado não só com o seu concelho mas também com o desenvolvimento do mesmo. Por isso mesmo, e com o empreendedorismo a correr-lhe nas veias, o empresário pretende abrir, brevemente, mais um Paparoca, precisamente, na Ribeira Grande. Fique a conhecer ao pormenor José Rodrigues Pereira nesta entrevista exclusiva ao AUDIÊNCIA RIBEIRA GRANDE.

Continuar...

Investimento de 2,8 milhões garante o aumento da movimentação das mercadorias no Porto de Leixões

A empresa Terminal de Carga Geral e Granéis de Leixões (TCGL) realizou um investimento de 2,8 milhões de euros numa nova grua ainda mais ecológica com capacidade para 124 toneladas. O objetivo é aumentar a capacidade em movimentar diferentes cargas e permitir a elevação de mercadorias com elevado peso e dimensão.

Continuar...

Também no Facebook

Últimas