Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce: Ricardo Ladeira de Carvalho é o ilustrador vencedor

  • Imprimir

Ricardo Ladeira de Carvalho, com o pseudónimo Maria Aflita, é o vencedor da 3º edição do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce. O júri de ilustração - presidido por Zita Seabra e composto por Inês Moura Paes, Pedro Sousa Pereira, Susana Oliveira e Sara Miranda – foi conquistado pelo talento e a forte capacidade de desenhar revelados pelo autor.

 

As suas ilustrações destacaram-se das restantes candidaturas pela criatividade que imprimiu na interpretação da história e das personagens, mantendo-se, no entanto, fiel à narrativa do texto.

Ricardo Ladeira de Carvalho nasceu no Porto em 1992 e vive em Vale do Açor (Miranda do Corvo).Licenciou-se em Arte e Design pela Escola Superior de Educação de Coimbra, onde iniciou a sua actividade como ilustrador e artista plástico. Actualmente, trabalha como freelancer na área de pintura, desenho e escultura, tendo participado em várias iniciativas, como exposições colectivas e individuais na cidade de Coimbra.

O lançamento do livro, que reunirá as duas obras vencedoras, vai acontecer em Novembro e este será também o momento da atribuição do prémio monetário de 50.000€, repartido igualmente entre os doisvencedores.

A participação na fase de ilustração ultrapassou as 500 candidaturas, um número que traduz uma forte adesão a este que é o maior prémio de literatura infantil em Portugal. Pela primeira vez, as regiões do Ribatejo e Estremadura seguidas de perto pelo Minho e Douro litoral foram as que reuniram o maior número de candidaturas. A faixa etária com maior participação situou-se entre os 16 e 25 anos, e cerca de 70% das candidaturas foram submetidas por mulheres, tal como nas edições anteriores.

O Prémio de Literatura Infantil enquadra-se no trabalho que o Pingo Doce tem vindo a desenvolver, na última década, com o objectivo de estimular o gosto pela leitura junto do público infanto-juvenil, que já resultou na publicação de mais de 350 livros.