Filipe La Féria regressa com “Uma noite em casa de Amália”

  • Imprimir

O musical “Uma Noite em Casa de Amália” marca o regresso de Filipe La Féria à encenação dos seus próprios textos. O ponto de encontro é o Coliseu do Porto a partir do qual o público partirá para uma incrível viagem no tempo até aos alvores do marcelismo e a escassos anos antes do 25 de Abril, onde se reúnem as mais significativas vozes poéticas que a língua portuguesa já conheceu.

 

É já no próximo dia 5 de fevereiro que Filipe La Féria regressa à encenação dos seus próprios texto numa grande produção em que o fado e a bossa nova se encontram no Coliseu do Porto. Em “Uma Noite em Casa de Amália”, vamos encontrarmo-nos com Amália Rodrigues (Vanessa ou Amália), Vinicius de Moraes (Marcos de Góis), Natália Correia (Paula Fonseca), Ary dos Santos (Ricardo Castro), David Mourão Ferreira (Nuno Guerreiro), Alain Oulman (Hugo Rendas), Maluda (Cláudia Soares) e as participações de Rui Andrade no papel de militar, Pedro Martinho como o técnico de som da Valentim de Carvalho, Hugo Ribeiro, e Rosa Areia como Casimira, a empregada e confidente de Amália Rodrigues.

La Féria reuniu para este projeto uma equipa de atores e cantores de grande impacto junto do grande público, que convidam a viajar a uma noite de inverno de um Portugal nos alvores do marcelismo e a escassos anos antes do 25 de Abril, onde se reúnem as mais significativas vozes poéticas que a língua portuguesa já conheceu.

Nesta tertúlia, passam aos olhos dos espetadores a própria história do seu país num momento de ruptura e esperança dando às novas gerações o retrato de grandes portugueses que, corajosamente, acreditavam e lutavam pelos seus ideais.
Neste texto, Filipe La Féria confronta pessoas maiores que a vida numa noite em que o fado, o samba, a poesia, o humor, a bossa-nova e o folclore tornam “Uma Noite em Casa de Amália”, com um final absolutamente surpreendente sobre a alegria de estar vivo.

O musical estará patente também nos dias 6, 7, 8 e 9 de fevereiro. Nos dias 6, 7, 8 e 9 às 21h30 e também no dia 9 decorrerá uma matinée às 17h.